Notícias

Janeiro Branco e a saúde mental

2 meses atrás

 

O mês de janeiro é marcado pela campanha “Janeiro Branco”, que é uma iniciativa brasileira que visa promover a conscientização sobre a saúde mental. O projeto nasceu em 2014 e foi idealizado por psicólogos em Uberlândia, Minas Gerais. À princípio, esses profissionais abordavam pessoas na rua dando pequenas palestras sobre saúde mental para criar uma cultura sobre o tema.

Hoje o objetivo central da campanha é através do desenvolvimento de uma série de ações, como palestras, workshops, debates e outras atividades, encorajar a discussão sobre a saúde mental na sociedade, desmistificar questões relacionadas a transtornos mentais e incentivar a busca por ajuda e tratamento adequado.

Em Carazinho, a campanha foi instituída pela Lei 8.495/2019 e apesar de ser lei também em centenas de municípios brasileiros, somente em 25 de abril de 2023, foi criada a Lei Federal nº 14.556.

 

Por que Janeiro?

O mês de janeiro não foi escolhido ao acaso, esse mês simboliza um novo começo, um momento propício para reflexão e a criação de novos objetivos, incluindo o cuidado com a saúde mental. Já a cor branca representa a ideia de uma página em branco, onde novas histórias podem ser escritas.

 

Por que falar em saúde mental no Brasil?

Discutir a saúde mental no Brasil é fundamental devido ao aumento significativo de casos de transtornos mentais e ao estigma ainda existente. As pressões sociais, econômicas e culturais frequentemente contribuem para o surgimento ou agravamento de problemas psicológicos.

De acordo com a definição da Organização Mundial da Saúde (OMS), saúde mental é um estado de bem-estar que permite ao indivíduo usar suas habilidades pessoais, enfrentar os estresses cotidianos, trabalhar produtivamente e contribuir para sua comunidade.

 

Dados alarmantes

A OMS aponta que aproximadamente 12 milhões de brasileiros são afetados pela depressão, representando 5,8% da população. A possibilidade de mais pessoas desenvolverem depressão é bem alarmante, com 20% a 25% da população apresentando risco de desenvolver a condição.

Quanto ao transtorno de ansiedade, cerca de 20 milhões de brasileiros, ou 9,3% da população, são afetados. Uma das consequências mais graves desses transtornos, o suicídio, é uma das  principais causas de morte entre jovens no Brasil, segundo o Ministério da Saúde.

Embora a saúde mental impacte todos os aspectos da vida, a relação com o ambiente de trabalho e fatores financeiros são frequentemente as principais fontes de estresse e consequente adoecimento mental.

Por isso é fundamental ficar de olho.

 

Dicas para cuidar da saúde mental

- Estabeleça metas e objetivos realistas, com prazos mais curtos ou divididas em etapas, para acompanhar o progresso e manter a motivação.

- Tenha cuidado com a exigência excessiva em relação a si mesmo. É importante ser gentil consigo mesmo e compreender que nem sempre as coisas saem como planejado.

- Mantenha um relacionamento saudável com familiares e amigos.

- Prepare-se para enfrentar adversidades que possam surgir. A vida é cheia de desafios e estar preparado para lidar com eles pode ajudar a amenizar o impacto na saúde mental.

- Procure atividades que lhe proporcionem satisfação. Descubra hobbies, pratique esportes ou adote atividades criativas que tragam prazer e bem-estar.

- Estabeleça uma rotina de sono adequada. Manter uma regularidade no sono e garantir um descanso adequado são fundamentais para equilibrar a saúde mental.

- Mantenha uma dieta balanceada e beba muita água

- Viva o presente.

- Se tudo der errado, é preciso reconhecer e pedir ajuda. Aliás, pedir ajuda é uma demonstração de coragem e força, não de fraqueza. Reconhecer que não está tudo bem faz parte do processo de cura e abre a porta para encontrar uma solução válida.

 

FOTOS

O seu navegador está desatualizado!

Atualize o seu navegador para ter uma melhor experiência e visualização deste site. Atualize o seu navegador agora

×