Notícias

João Hugo da Silva é o Tradicionalista Destaque 2021 de Carazinho

1 mês atrás

 

João Hugo da Silva recebeu o prêmio Tradicionalista Destaque 2021 da Câmara de Vereadores de Carazinho. A honraria foi entregue ao tradicionalista de 96 anos em sessão solene na noite desta segunda-feira (13) como reconhecimento pelos relevantes serviços que ele prestou à cultura gaúcha.

Em seu discurso, seu João da Silva agradeceu a homenagem e disse ser uma grande satisfação e alegria receber o prêmio, que em sua visão "vai marcar a sua vida". Disse estar orgulhoso em ver muitos amigos e familiares na cerimônia e que deseja que os filhos participem com ele deste momento e mantenham seu legado. 

O legado do tradicionalista também foi citado pela vice-prefeita Valéska Walber, que destacou a importância desta herança deixada não somente aos familiares, mas à cultura carazinhense e gaúcha.

A vice-presidente do Legislativo, Janete Ross de Oliveira, também destacou seu João como ícone da tradição gaúcha e disse estar muito feliz pelo fato dos vereadores poderem homenageá-lo pela sua história de quase 100 anos de vida. "Só podemos lhe agradecer", destacou.

 

Quem é João Hugo da Silva

João Hugo da Silva nasceu em 28 de abril de 1925 no município de Quaraí/RS. Mudou-se para Carazinho junto de seus pais com seis meses de idade, após seu pai, Pedro João Pires da Silva, adquirir as terras conhecidas como Fazenda Monte Alegre.

Sua história com o tropeirismo iniciou muito cedo: com apenas nove anos realizou sua primeira viagem para São Paulo, junto de seu pai e seus tios, levando uma tropa de mulas. Sempre esteve envolvido com o trabalho no campo e aos 16 anos se tornou capataz da fazenda de seu pai, onde era responsável pelos animais. 

Aos 18 anos, quando prestou serviço militar em Cruz Alta, aprendeu a ginetear e passou a domar as mulas pertencentes ao Exército. Assim, se tornou conhecido como um grande domador, ginete e laçador, participando de inúmeros rodeios, colecionando vários troféus, premiações e homenagens, não só no Rio Grande do Sul, mas em outros estados do Brasil, como Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

A cultura tradicionalista sempre esteve presente em sua família e até os dias de hoje segue passando aos seus descendentes. Possui 4 filhos, 10 netos e 12 bisnetos. Fundou o Quadro de Laçadores “Piquete Pedro João”, em homenagem ao seu pai, participando ativamente junto com seus familiares.

É um dos fundadores do CTG Alfredo D’Amore, bem como participou do CTG Rincão Serrano e do Jockey Club Carazinhense.

João Hugo da Silva participou de filmes de Teixeirinha, realizou depoimentos para muitos livros e sua biografia está em elaboração. Também participou do documentário da Rede Globo/Globo Rural sobre as Tropeadas de Mulas.

 

FOTOS

O seu navegador está desatualizado!

Atualize o seu navegador para ter uma melhor experiência e visualização deste site. Atualize o seu navegador agora

×