Notícias

Cadeiras de rodas já são disponibilizadas em bancos de Carazinho

3 meses atrás

As agências bancárias de Carazinho já oferecem cadeiras de rodas para atendimento às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida em suas dependências. O levantamento foi realizado na última semana, três meses depois de a lei nº 8.467/19 que determinava a obrigatoriedade, começasse a valer.

A autora da proposta a vereadora Janete Ross de Oliveira comemorou a notícia, porque com a implantação total no município se garante o direito dos cidadãos que precisam do serviço. “Estamos muito felizes, primeiro, por ser a proponente desta lei que permite mais acessibilidade e, segundo, por conseguir que ela seja efetivada. Não basta criar as proposições, temos que fazer com que elas realmente aconteçam, por isso, quando os nobres colegas vereadores aprovaram a matéria, ficamos atentos à fiscalização, tanto que em junho enviamos um ofício ao setor responsável solicitando o serviço contínuo. Com a notícia de que todas as agências se adaptaram ratificamos o nosso compromisso com a sociedade. Este é nosso dever como vereadores”, conclui.

Para o presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de Carazinho (CMPD), Alessandro Morais, o direito de ir e vir das pessoas com deficiência é preciso ser garantido. “Esta é uma lei que veio a colaborar com nossa luta porque hoje é muito fácil dizer que existe a legislação, mas de nada adianta se ela não for colocada em prática. E essa é uma das que já está sendo utilizada pelos usuários. Hoje a pessoa com deficiência é consumidora, está no mercado de trabalho, estuda, então os lugares precisam estar acessíveis para ela. Assim, nada mais justo do que as empresas bancárias terem esta opção para os nossos cadeirantes. Muitas vezes, é difícil para as famílias carregarem a cadeira de rodas, assim, ao disponibilizarem o material garantimos mais autonomia para o usuário, já que o acompanhante poderá buscar a cadeira e permitir que ele chegue à agência e utilize os serviços que desejar. O Legislativo de Carazinho está de Parabéns”, enfatizou.

 

Senhas em Braile

Logo também os bancos terão que disponibilizar senha em braile para acesso aos serviços prestados na instituição. A proposta inicial é do vereador Anselmo Britzke, aprovada pelos vereadores no dia 26 de agosto, e que aguarda sanção do Executivo Municipal. O objetivo é facilitar o atendimento das pessoas com deficiência visual, mais uma ferramenta a fim de garantir o direito do cidadão.

 

Foto Divulgação

Cadeiras de Rodas devem garantir autonomia dos usuários com deficiência física ou com mobilidade reduzida

FOTOS

O seu navegador está desatualizado!

Atualize o seu navegador para ter uma melhor experiência e visualização deste site. Atualize o seu navegador agora

×