LEIS MUNICIPAIS

Selecione os filtros abaixo para buscar as leis

Lei Municipal Nº 1843

LEI MUNICIPAL Nº 1843 Altera a legislação em vigor para concessão de isenção do Imposto de Transmissão de Propriedade "Inter-Vivos". ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º - Sp=o isentos do Imposto de Transmissp=o de Propriedades "Inter-Vivos": I - As aquisições de imóveis destinados à construçpro, instalaçpro ou ampliaçp o de sedes ou utilizaçp o com atividades compatíveis e relacionadas com as finalidades de: a) estabelecimentos de ensino que se ajustem à legislaçpAo própria em vigor; b) asilos, hospitais, creches e outras instituições desta natureza, que dispensem gratuitamente benefícios de assistência social, sem distinçp©o de culto, cor ou nacionalidade na proporçpDo mínima de 10% do movimento total; c) confissões religiosas, para prática do seu culto; d) clubes de aviaçpzo com personalidade jurídica; e) sindicatos de trabalhadores, legalmente constituído; f) círculos operários com existência legal; g) associações rurais, comerciais, industriais e de agricultores, devidamente constituídas e legalizadas; h) associações desportivas amadoristas, legalmente constituídas; i) centros de tradições gaúchas e clubes culturais com existência legal; II - A primeira aquisiçpÍo de imóvel para sua residência, feita por servidor municipal, até o valor de cinco (5) salários mínimos anuais vigentes na regip:o. III - A primeira aquisiçpno de imóvel, destinado a residência de adquirente de pequenos recursos financeiros, cujos proventos mensais np×o ultrapassem a um e meio salário mínimo regional e o valor do imóvel np o seja superior a três (3) salários mínimos anuais vigentes na regip@o. IV - A aquisiçpuo de domínio por sentença declaratória de usucapip©o, nos termos do artigo 156, § 3º da Constituiçp©o Federal. V - A aquisiçpo de imóvel em zona rural, por agricultor, criador ou trabalhador rural que outro npGo possua, até 20 hectares, no valor máximo do item II. VI - A aquisiçp³o de imóveis por cooperativas e federações de cooperativas, destinados à instalaçpèo ou ampliaçpèo da sede de estabelecimentos necessários à concesspo de seus objetivos sociais, ou que resultem da liquidaçpQo de empréstimos com garantia hipotecária. § 1º - Todo aquele que prestar declarações falsas sujeitarse- á ao pagamento do imposto, em dobro. § 2º - Se o valor do imóvel superar os limites fixados nos incisos II, III e V, será devido o imposto que exceder, até o dobro; ultrapassado este, o imposto será devido sobre o valor total do imóvel. § 3º - Os limites fixados nos incisos II e III, ficarpêo reduzidos a 1/3, quando se tratar de aquisiçp[o só de terreno. § 4º - A isençpÄo prevista no inciso II é extensiva à viúva, filhos menores e filhas solteiras do servidor falecido, em relaçp, o à aquisiçp,o de imóvel que este, ao tempo de seu falecimento, estivesse adquirindo por qualquer forma de direito admitida. Art. 2º - Revogam-se as disposições em contrário. Art. 3º - Esta Lei entrará em vigor a partir de 1º de janeiro de 1966. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 28 de dezembro de 1965. a)ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO Prefeito Municipal a)José Moisés Marcondes Secretário do Município

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

06 . 05 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

28 . 12 . 1965


Lei Municipal Nº 1842

LEI MUNICIPAL Nº 1842 Determina a construção de muro e calçada e dá outras providências. ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º - Ficam obrigados todos os que construírem qualquer prédio, seja de alvenaria ou de madeira, no perímetro compreendido pelo centro da cidade, ruas calçadas ou asfaltadas, a construírem, dentro de um ano após a conclusp o da obra, muro e respectiva calçada. Art. 2º - Os interessados em construçpAo no perímetro fixado pelo artigo 1º desta Lei, ficam obrigados a anexar ao requerimento solicitando licença para a construçpuo, o respectivo pedido para a construçpo de muro e calçada. Art. 3º - Fica a Prefeitura Municipal obrigada a mandar estender os cordões para o assentamento da calçada, em toda e qualquer obra que se refere a presente Lei. § eznico - Os proprietários das construções a que se refere a presente Lei, ficam obrigados a recolher aos cofres municipais, a importância gasta com a colocaçp¯o dos cordõespedras e mpIo de obra. Art. 4º - O proprietário que npão cumprir com os dispositivos desta Lei de um (1) ano depois de terminada a obra, a Prefeitura Municipal aplicará o que dispõe e prescreve o Código de Obras e as Leis Municipais. Art. 5º - Revogadas as disposições em contrário, esta Lei entrará em vigor na data da sua publicaçpÍo. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 28 de dezembro de 1965. a)ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO Prefeito Municipal a)José Moisés Marcondes Secretário do Município

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

06 . 05 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

28 . 12 . 1965


Lei Municipal Nº 1841

LEI MUNICIPAL Nº 1841 Concede isenção do pagamento do Imposto de Transmissão "Inter-Vivos", à Associaçp8o dos Ex-Alunos de La Salle. ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º - Fica autorizado o Poder Público Municipal, a conceder isenção do pagamento do Imposto de TransmisspØo "Inter- Vivos", à Associaçpro dos Ex-Alunos de La Salle, na aquisiçpro de uma área de terras localizada na Vila Gobbi, arrabaldes desta cidade, medindo cinco mil, oitocentos e cinqüenta metros quadrados (5.850 m²). Art. 2º - Revogadas as disposições em contrário, esta Lei entrará em vigor na data da sua sançpuo. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 28 de dezembro de 1965. a)ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO Prefeito Municipal a)José Moisés Marcondes Secretário do Município

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

06 . 05 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

28 . 12 . 1965


Lei Municipal Nº 1840

LEI MUNICIPAL Nº 1840 Altera disposições do Código de Posturas. ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º - O Artigo 87 terá validade acrescido da sua letra "d", com a seguinte redaçp=o: "No mês de dezembro de cada ano, será permitido aos estabelecimentos de barbeiros, cabeleireiros e manicures manterem os mesmos abertos até às 22:30 horas, mediante requerimento ao Senhor Prefeito Municipal". Art. 2º - Revogam-se as disposições em contrário, e esta Lei entrará em vigor na data da sua publicaçpAo. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 28 de dezembro de 1965. a)ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO Prefeito Municipal a)José Moisés Marcondes Secretário do Município

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

06 . 05 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

28 . 12 . 1965


Lei Municipal Nº 1839

LEI MUNICIPAL Nº 1839 Concede o título de Cidadão Carazinhense e dá outras providências. ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º - É concedido o Título Honorário de Cidadp=o Carazinhense ao Reverendíssimo Padre JopØo Gheno Neto, tendo em vista os relevantes serviços prestados pelo mesmo à coletividade local. Art. 2º - O Poder Legislativo determinará a Sessp o de entrega desta honraria. Art. 3º - Revogadas as disposições em contrário. Art. 4º - Esta Lei entrará em vigor na data da sua publicaçpuo. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 27 de dezembro de 1965. a)ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO Prefeito Municipal a)José Moisés Marcondes Secretário do Município

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

06 . 05 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

27 . 12 . 1965


Lei Municipal Nº 1838

LEI MUNICIPAL Nº 1838 Autoriza a abertura de Crédito Especial no valor de CR$ 600.000. ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a abrir um Crédito Especial, no valor de CR$ 600.000 (seiscentos mil cruzeiros), para pagamento de aluguel das dependências ocupadas pelo Escritório local da ASCAR, no corrente ano de 1965, conforme cláusula quinta do Termo de Acordo firmado com aquela AssociaçpAo. Art. 2º - Servirá de recurso para atender a despesa autorizada pelo artigo anterior, a arrecadaçpuo a maior já assegurada no corrente exercício, da rubrica 1.1.2.99-Taxa de Desenvolvimento da Produçp©o, em igual quantia. Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário. Art. 4º - Esta Lei entrará em vigor na data da sua publicaçpzo. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 21 de dezembro de 1965. a)ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO Prefeito Municipal a)José Moisés Marcondes Secretário do Município

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

06 . 05 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

21 . 12 . 1965


Lei Municipal Nº 1837

LEI MUNICIPAL Nº 1837 Autoriza a abertura de Crédito Especial no valor de CR$ 1.000.000. ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a abrir um Crédito Especial, no valor de CR$ 1.000.000 (hum milhpØo de cruzeiros), para custeio das despesas com o cadastramento rural promovido pelo Instituto Brasileiro de Reforma Agrária(IBRA), de acordo com convênio firmado entre esta Prefeitura e o citado Instituto. Art. 2º - Servirá de recurso para atender a despesa autorizada pelo artigo anterior, a arrecadaçpuo a maior já assegurada da rubrica 1.4.5.00 - Cota Parte dos Impostos Sobre Combustíveis e Lubrificantes, em igual quantia. Art. 3º - Revogadas as disposições em contrário, esta Lei entrará em vigor na data da sua assinatura. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 21 de dezembro de 1965. a)ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO Prefeito Municipal a)José Moisés Marcondes Secretário do Município

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

06 . 05 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

21 . 12 . 1965


Lei Municipal Nº 1836

LEI MUNICIPAL Nº 1836. Autoriza a abertura de Crédito Suplementar no valor de CR$ 3.850.000. ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a abrir um Crédito Suplementar no valor de CR$ 3.850.000 (três milhões, oitocentos e cinqüenta mil cruzeiros), para reforço das seguintes verbas do Orçamento da Prefeitura: Cód.3.1.3.4.03-Assinatura de Jornais e Revistas....CR$ 150.000 Cód.3.1.2.1.42-Lubrificantes e Combustíveis........CR$ 1.500.000 Cód.3.1.2.4.42-Materiais p/conservaçpÛo veículos....CR$ 1.500.000 Cód.3.1.2.2.42-Mat.p/conserv.pontes e pontilhões...CR$ 700.000 Art. 2º - Servirá de recurso para atender a suplementaçpo autorizada no artigo anterior a arrecadaçp©o a maior já assegurada da rubrica do código 1.1.1.25 - Imposto de Indústrias e Profissões, em igual valor. Art. 3º - Esta Lei entrará em vigor na data da sua assinatura, revogadas as disposições em contrário. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 21 de dezembro de 1965. a)ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO Prefeito Municipal a)José Moisés Marcondes Secretário do Município

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

06 . 05 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

21 . 12 . 1965


Lei Municipal Nº 1835

LEI MUNICIPAL Nº 1835 Autoriza a abertura de Crédito Suplementar no valor de CR$ 200.000. ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado as abrir um Crédito Suplementar no valor de CR$ 200.000 (duzentos mil cruzeiros), para reforço da verba código 3.2.1.1.61 - Auxílio a Aulas Particulares. Art. 2º - Servirá de recurso para atender a despesa autorizada no artigo 1º desta Lei, a arrecadaçpAo a maior já assegurada durante o exercício, da rubrica 1.1.2.99(a) - Taxa para fins educativos, em igual quantia. Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário. Art. 4º - Esta Lei entrará em vigor na data da sua sançp©o. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 21 de dezembro de 1965. a)ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO Prefeito Municipal a)José Moisés Marcondes Secretário do Município

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

06 . 05 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

21 . 12 . 1965


Lei Municipal Nº 1834

LEI MUNICIPAL Nº 1834 Autoriza a abertura de Crédito Especial no valor de CR$ 5.220.271. ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a abrir um Crédito Especial, no valor de CR$ 5.220.271 (cinco milhões, duzentos e vinte mil, duzentos e setenta e um cruzeiros), para aquisiçp¦o de uma camioneta para a Prefeitura Municipal. Art. 2º - Servirá de recurso para atender a abertura de Crédito autorizada pelo artigo anterior, as seguintes reduções nas rubricas do Orçamento vigente: Cód.3.1.1.1.3-Secretaria-Vencimentos................CR$ 720.000 Cód.4.1.4.1.03-Secret.aquisiçp©o de Móveis?Máquinas..CR$ 200.000 Cód.3.1.1.1.09-Contadoria-Vencimentos...............CR$ 1.000.000 Cód.3.1.1.1.59-a-Funções Gratificadas...............CR$ 400.000 Cód.3.1.1.1.59-b-Serviços Urbanos-Vencimentos.......CR$ 300.000 Cód.3.1.1.1.96-Parques e Jardins-Vencimentos........CR$ 520.000 Cód.3.1.1.1.40-a-Secçp¯o de Obras-Vencimentos........CR$ 1.000.000 Cód.3.1.1.1.40-a-Vencimentos Contratado Dir.Obras...CR$ 450.000 Cód.4.1.1.3.03-Construçpão de Prédios................CR$ 100.000 Cód.3.1.1.1.03-Vencimentos Consultor Jurídico.......CR$ 260.000 Cód.4.3.1.1.11-Amortizaçpo de Empréstimos...........CR$ 170.271 Cód.4.3.1.1.11-Amortizaçpdo Empréstimos Lei nº 105...CR$ 100.000 Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário. Art. 4º - Esta lei entrará em vigor na data da sua assinatura. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 13 de dezembro de 1965. a)ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO Prefeito Municipal a)José Moisés Marcondes Secretário do Município

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

06 . 05 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

13 . 12 . 1965


Lei Municipal Nº 1833

LEI MUNICIPAL Nº 1833 Autoriza a abertura de Crédito Suplementar no valor de CR$ 185.229. ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a abrir um Crédito Suplementar no valor de CR$ 185.229 (cento e oitenta e cinco mil, duzentos e vinte e nove cruzeiros), para reforço da verba código 3.1.1.1.42 - Salários dos Diaristas e Mensalistas - Taxa de Transporte. Art. 2º - Servirá de recurso para atender a suplementaçpAo da rubrica 1.4.9.11 - Auxílio Conta Taxa de Transporte, em igual valor. Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário. Art. 4º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua assinatura. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 13 de dezembro de 1965. a)ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO Prefeito Municipal a)José Moisés Marcondes Secretário do Município

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

06 . 05 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

13 . 12 . 1965


Lei Municipal Nº 1832

LEI MUNICIPAL Nº 1832 Autoriza a abertura de Crédito Suplementar no valor de CR$ 900.000. ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a abrir um Crédito Suplementar no valor de CR$ 900.000 (novecentos mil cruzeiros), para reforço da verba código 4.1.2.1.03-Calçamento de ruas. Art. 2º - Servirá de recurso para atender a suplementaçp o autorizada pelo artigo anterior, a arrecadaçp¦o a maior já assegurada no corrente Exercício, da rubrica 1.3.1.11-Calçamento em igual valor. Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário. Art. 4º - Esta Lei entrará em vigor na data da sua assinatura. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 13 de dezembro de 1965. a)ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO Prefeito Municipal a)José Moisés Marcondes Secretário do Município

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

06 . 05 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

13 . 12 . 1965


Lei Municipal Nº 1831

LEI MUNICIPAL Nº 1831 Autoriza a abertura de Crédito Suplementar no valor de CR$ 1.000.000. ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a abrir um Crédito Suplementar no valor de CR$ 1.000.000 (hum milhpØo de cruzeiros), para reforço da verba código 4.1.1.4.03 - Construçpro e Reparos de prédios do SEDEP. Art. 2º - Servirá de recurso para atender a suplementaçp¦o autorizada no artigo anterior, a arrecadaçpAo a maior da verba código 1.1.2.99-a-Taxa para fins educativos, no valor de CR$ 1.000.000 (hum milhpuo de cruzeiros). Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário. Art. 4º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicaçpDo. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 13 de dezembro de 1965. a)ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO Prefeito Municipal a)José Moisés Marcondes Secretário do Município

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

06 . 05 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

13 . 12 . 1965


Lei Municipal Nº 1830

LEI MUNICIPAL Nº 1830 Autoriza a abertura de Crédito Suplementar no valor de CR$ 6.200.000. ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a abrir um Crédito Suplementar no valor de CR$ 6.200.000 (seis milhões e duzentos mil cruzeiros), para reforço das seguintes verbas: Cód.3.1.2.1.42-Lubrificantes e Combustíveis.........CR$ 800.000 Cód.3.1.2.3.42-Materiais Diversos...................CR$ 1.000.000 Cód.3.1.2.4.42-Mat.p/conservaçpAo de veículos........CR$ 3.500.000 Cód.3.1.2.1.99-Mat.p/conserv.bens móveis e imóveis..CR$ 300.000 Cód.3.2.8.3.81-Cota da Pref.ao IAPFESP..............CR$ 600.000 Art. 2º - Servirá de recurso para cobrir a suplementaçpo autorizada pelo artigo anterior, a arrecadaçp©o a maior já assegurada durante o Exercício, da rubrica 1.4.5.00 - Cota Parte dos Impostos sobre Combustíveis e Lubrificantes, no valor de CR$ 6.200.000 (seis milhões e duzentos mil cruzeiros). Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário. Art. 4º - Esta Lei entrará em vigor na data da sua assinatura. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 13 de dezembro de 1965. a)ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO Prefeito Municipal a)José Moisés Marcondes Secretário do Município

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

06 . 05 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

13 . 12 . 1965


Lei Municipal Nº 1828

LEI MUNICIPAL Nº 1828 Orça a Receita e Fixa a Despesa do Município de Carazinho para o exercício de 1966. ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu, no uso das atribuições que me sp£o conferidas pelo artigo 4º, Inciso 1º, da Lei Orgânica Municipal, sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - A Receita do Município de Carazinho, para o exercício de 1966, é orçada em CR$ 481.570.000 (quatrocentos e oitenta e um milhões, quinhentos e setenta mil cruzeiros), e será arrecadada de acordo com a Legislatura em vigor, obedecendo a seguinte classificaçpAo: 1) RECEITAS CORRENTES I - Receita Tributária...........CR$ 201.421.000 II- Receita Patrimonial..........CR$ 160.000 III-Receita Industrial...........CR$ 4.000.000 IV -Transferências Correntes.....CR$ 266.042.893 V - Receitas Diversas............CR$ 9.836.107= CR$ 481.460.000 2) RECEITAS DE CAPITAL I - Operações de Crédito.........CR$ 100.000 II- Alienaçp¯o Bens Móveis e Imóv.CR$ 10.000= CR$ 110.000 TOTAL DA RECEITA........................CR$ 481.570.000 Art. 2º - A Despesa do Município, para o exercício de 1966, é fixada em CR$ 481.570.000 (quatrocentos e oitenta e um milhões, quinhentos e setenta mil cruzeiros), e será realizada de acordo com as especificações dos quadros anexos, que ficam fazendo parte integrante desta Lei, obedecida a seguinte classificaçpÍo: 1) DESPESAS CORRENTES I - Despesas de Custeio.........CR$ 358.145.400 II- Transferências Correntes....CR$ 85.524.600= CR$ 443.670.000 2) DESPESAS DE CAPITAL I - Investimentos...............CR$ 25.400.000 II- Inversões Financeiras.......CR$ 9.000.000 III-Transferências de Capital...CR$ 3.500.000= CR$ 37.900.000 TOTAL DAS DESPESAS.....................CR$ 481.570.000 Art. 3º - Fica o Prefeito autorizado a realizar, como antecipaçpÞo de Receita do Exercício, as operações de Crédito que se fizerem necessárias para atender as despesas do Município, até o limite de CR$ 48.157.000 (quarenta e oito milhões, cento e cinqüenta e sete mil cruzeiros). Art. 4º - Fica o Prefeito autorizado a abrir Créditos Suplementares até o montante de 20% do total da Despesa, ou seja, CR$ 96.314.000 (noventa e seis milhões, trezentos e quatorze mil cruzeiros), de acordo com o artigo 7º - § 3 da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964. Art. 5º - Esta Lei entrará em vigor em 1º de janeiro de 1966, revogadas as disposições em contrário. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 10 de dezembro de 1965. a)ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO Prefeito Municipal a)José Moisés Marcondes Secretário do Município

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

06 . 05 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

10 . 12 . 1965


MAIS LEIS

Notícias

23.02.2018 - 10:57
Vereador propõe a criação do Programa Restaurante Solidário

A proposta foi lançada pelo vereador Fábio Zanetti ainda em 2017 com um anteprojeto encaminhado ao Executivo Municipal, o qual sugere a criação do Programa Restaurante Solidário

23.02.2018 - 08:28
Projeto que cria cargos efetivos no município será votado na próxima segunda-feira

A sessão ordinária da próxima segunda-feira (26) da Câmara de Vereadores de Carazinho terá apenas um projeto em votação. Trata-se do PL 018, o qual autoriza

22.02.2018 - 16:35
Vereador solicita limpeza urgente nos trilhos da viação férrea

 Diversos moradores têm procurado o Poder Legislativo para tentar solucionar o problema de falta de limpeza nas proximidades dos trilhos da viação férrea no município.

22.02.2018 - 14:40
Comunidade pode colaborar com o HCC através do Projeto Troco Amigo

A comunidade carazinhense já pode fazer a doação do seu troco para o Hospital de Caridade de Carazinho, graças a uma parceria entre o poder Legislativo, HCC e Rede de Farmácias

Em pauta

Sessão Ordinária nº 334 (26/02/2018 - 14:00)

CONVOCO os senhores vereadores para uma Reunião ORDINÁRIA, a ser realizada dia 26 de fevereiro, SEGUNDA-FEIRA, com início previsto para as 14 horas.

1. Projeto de Lei 018/18 de autoria do Executivo Municipal, o qual Cria vagas de cargos no Quadro de Pessoal Efetivo do Município, constante da Lei Municipal nº 7.088/09.