LEIS MUNICIPAIS

Selecione os filtros abaixo para buscar as leis

Lei Municipal Nº 5695

LEI MUNICIPAL Nº 5.695/02 Altera o artigo 2º, da Lei Municipal nº 5070/97, a qual autoriza conceder parcelamento de débitos tributários inscritos ou não em Dívida Ativa e revoga a Lei Municipal nº 5.239/98. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER, VICE-PREFEITO, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - O artigo 2º da Lei Municipal nº 5.070/97, alterado pela Lei Municipal nº 5.239/98, passa a vigorar com a seguinte redação: “Art. 2º - O parcelamento será concedido em até 48 (quarenta e oito) parcelas mensais e sucessivas, com valor não inferior a R$ 20,00 (vinte reais), vencendo-se, a primeira, até 30 (trinta) dias após o deferimento do pedido. Parágrafo Único - A requerimento do contribuinte, os saldos dos parcelamentos de até 24 (vinte e quatro) meses, poderão ser reparcelados em até 48 (quarenta e oito) parcelas mensais e sucessivas, com valor não inferior a R$ 20,00 (vinte reais), desde que os pagamentos das parcelas vencidas esteja em dia.” (NR) Art. 2º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário, em especial a Lei Municipal nº 5.239/98. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 09 DE JULHO DE 2002. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER Prefeito Municipal em exercício Registre-se e publique-se no Painel de Publicações da Prefeitura Municipal: EVALDO FRANCISCO DIOGO Secretário Municipal da Administração IMD

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

18 . 04 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

09 . 07 . 2002


Lei Municipal Nº 5694

LEI MUNICIPAL Nº 5.694/02 Autoriza o Município de Carazinho, na condição de município Pólo, a firmar Convênio, com 54 municípios-partícipes do Estado, visando o recebimento do repasse de recursos financeiros referentes a contrapartida dos municípios ao convênio Nº 93802/2001. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER, VICE-PREFEITO, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. FAÇO SABER, que o Legislativo Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a firmar Convênio, com os 54 municípios integrantes do pólo de Carazinho no projeto de formação continuada de professores de Educação Pré-Escolar, visando o repasse e recebimento do valor da contrapartida do convênio nº 93802/2001- FNDE, nos termos da minuta que faz parte integrante desta Lei. Art. 2º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 09 DE JULHO DE 2002. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER Prefeito Municipal em exercício Registre-se e publique-se no Painel de Publicações da Prefeitura Municipal: EVALDO FRANCISCO DIOGO Secretário Municipal da Administração SMEC/IMD CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICIPIO PÓLO DE CARAZINHO/RS, REPRESENTADO PELA PREF MUN DE CARAZINHO, E O MUNICÍPIO PARTICIPE________ PARA REPASSE DE RECURSOS FINANCEIROS REFERENTE A CONTRAPARTIDA DO CONVÊNIO Nº 93802/01 - FNDE. O Município de CARAZINHO/RS, representado pela PREF MUN DE CARAZINHO,inscrita no CPNJ sob o nº 87.613.535/0001-16, com sede na CARAZINHO/RS, no(a) AVENIDA FLORES DA CUNHA, 1264 – CENTRO, neste ato representado(a) por seu(sua) PREFEITO(A), ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER, residente e domiciliado(a) em CARAZINHO/RS, no(a) RUA ANTONIO VARGAS, 443, portador(a) da Carteira de Identidade nº 7035427918, expedida pelo(a) SSP-RS, CPF nº 480.066.020/34, doravante denominado(a) CONVENENTE-PÓLO, e o município de ___________/RS, representado, PREF MUN DE ________,inscrita no CPNJ sob o nº _________ com sede na______-/RS, no(a) __________ neste ato representado(a) por seu(sua) PREFEITO(A)_____________residente e domiciliado(a) em _______/RS, no(a) RUA_________ portador(a) da Carteira de Identidade nº ______expedida pelo(a) ______CPF nº________, doravante denominado(a) CONVENENTE-PARTICIPE, resolvem celebrar o presente convênio de mútua cooperação de conformidade com o Plano de Trabalho e demais peças constantes do convênio FNDE nº 93802/2001 e do processo nº 23400.004068/2001-40, regido pelo Decreto nº 93.872, de 23 de dezembro de 1986, Instrução Normativa nº 01, de 15 de janeiro de 1997, da Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda, Resolução nº 011, de 20 de abril de 2001, do Conselho Deliberativo do FNDE, Lei 9.995/2000, de 25 de julho de 2000 e Lei Complementar nº 101/2000, de 04 de maio de 2000 e, no que couber, pela Lei 4.320/64, de 17 de março de 1964 e a lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, e alterações posteriores, mediante as cláusulas e condições a seguir estabelecidas: DO OBJETO CLÁUSULA PRIMEIRA – Este convênio tem por objeto a assistência financeira (CONTRAPARTIDA) direcionada à execução de ações, visando a melhoria da qualidade do ensino oferecido aos alunos do(a) EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, voltadas a: - Formação continuada de professores, em efetivo exercício em classes de educação pré-escolar, que atendam crianças de 04 a 06 anos de idade, para implementação do Referencial Curricular Nacional de Educação Infantil – RCNEI, com duração mínima de 120 (cento e vinte) horas aula anuais, por professor, conforme Plano de Trabalho aprovado pelo FNDE convênio nº 93082/2001 – firmado entre o município pólo de CARAZINHO/RS e FNDE. DAS OBRIGAÇÕES CLÁUSULA SEGUNDA – São obrigações: I – DO CONVENENTE - PÓLO a) acompanhar e controlar a execução do objeto deste convênio; b) exercer função gerencial fiscalizadora dentro do prazo regulamentar de execução; c) incluir em seu orçamento os valores relativos às transferências efetivas à conta deste convênio, referente respectiva contrapartida financeira; d) manter os recursos deste convênio em conta bancária específica, efetuando saques somente para pagamento ao credor das despesas decorrentes da execução do objeto do convênio,mediante cheque nominativo ou de ordem bancária, ou para aplicação no mercado financeiro; II – DO(A) CONVENENTE - PARTÍCIPE a) custear parcialmente o objeto deste CONVÊNIO, liberando os recursos financeiros de contrapartida, para crédito em conta bancária específica, aberta pelo município CONVENENTE-PÓLO, no banco e agência indicados. b) assegurar a plena execução do objeto deste convênio, de acordo com o Plano de Trabalho aprovado pelo FNDE. DA VIGÊNCIA CLÁUSULA TERCEIRA – A vigência deste convênio até 08/10/02. DO VALOR CLÁUSULA QUARTA – O valor do presente convênio é de R$ 455,00 (Quatrocentos e cinqüenta e cinco reais), que deverá ser depositado na conta corrente nº12.337.4–Bco do Brasil, Agência 0358-1,Carazinho,em nome da Prefeitura Municipal de Carazinho. CLÁUSULA QUINTA – O Plano de Trabalho aprovado pelo FNDE através do convênio nº 93802/01, é parte integrante deste convênio, independentemente de transcrição. E, por estarem de pleno acordo, firmam o presente instrumento em três vias de igual teor e forma, perante as testemunhas abaixo nomeadas. Carazinho-RS,______de ________________de______ ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER CONVENENTE – PÓLO CONVENENTE - PARTÍCIPE Testemunhas: Nome:................................. ... Nome:......................................... CPF:...................................... CPF:............................................ R.G:...................................... R.G:........................................... ASSINATURA:………………………… ASSINATURA:………………………………

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

18 . 04 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

09 . 07 . 2002


Lei Municipal Nº 5693

LEI MUNICIPAL Nº 5.693/02 Autoriza o Município de Carazinho, na condição de Município Pólo, a firmar Convênio, com 05 municípios-partícipes do Estado, visando o recebimento do repasse de recursos financeiros referentes a contrapartida dos municípios ao convênio Nº 93745/2001. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER, VICE-PREFEITO, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. FAÇO SABER, que o Legislativo Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a firmar Convênio, com 05 municípios integrantes do Pólo de Carazinho no Projeto de Formação Continuada de Professores de Educação Jovens e Adultos-EJA e aquisição de material didático, para alunos das turmas de EJA, visando o repasse e recebimento do valor da contrapartida do Convênio nº 93745/2001- FNDE, nos termos da minuta que faz parte integrante desta Lei. Art. 2º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 09 DE JULHO DE 2002. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER Prefeito Municipal em exercício Registre-se e publique-se no Painel de Publicações da Prefeitura Municipal: EVALDO FRANCISCO DIOGO Secretário Municipal da Administração SMEC/IMD CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICIPIO PÓLO DE CARAZINHO/RS, REPRESENTADO PELA PREF MUN DE CARAZINHO, E O MUNICÍPIO PARTÍCIPE________,PARA REPASSE DE RECURSOS FINANCEIROS REFERENTE A CONTRAPARTIDA DO CONVÊNIO Nº 93475/01 - FNDE. O Município de CARAZINHO/RS, representado pela PREF MUN DE CARAZINHO,inscrita no CPNJ sob o nº 87.613.535/0001-16, com sede na CARAZINHO/RS, no(a) AVENIDA FLORES DA CUNHA, 1264 – CENTRO, neste ato representado(a) por seu(sua) PREFEITO(A), ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER, residente e domiciliado(a) em CARAZINHO/RS, no(a) RUA ANTONIO VARGAS, 443, portador(a) da Carteira de Identidade nº 7035427918, expedida pelo(a) SSP-RS, CPF nº 480.066.020/34, doravante denominado(a) CONVENENTE-PÓLO, e o município de _______-RS, representado, pela PREFEITURA MUNICIPAL DE_____,inscrita no CPNJ sob o nº____, com sede na _____/RS, no(a) __________neste ato representado(a) por seu prefeito(a) ___________ residente e domiciliado(a)em____________/RS,no(a) RUA_____________ portador(a) da Carteira de Identidade nº _______________expedida pelo(a)____________CPFnº____________ doravante denominado(a) CONVENENTEPARTICIPE, resolvem celebrar o presente convênio de mútua cooperação de conformidade com o Plano de Trabalho e demais peças constantes do convênio FNDE nº 93802/2001 e do processo nº 23400.004068/2001-40, regido pelo Decreto nº 93.872, de 23 de dezembro de 1986, Instrução Normativa nº 01, de 15 de janeiro de 1997, da Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda, Resolução nº 011, de 20 de abril de 2001, do Conselho Deliberativo do FNDE, Lei 9.995/2000, de 25 de julho de 2000 e Lei Complementar nº 101/2000, de 04 de maio de 2000 e, no que couber, pela Lei 4.320/64, de 17 de março de 1964 e a lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, e alterações posteriores, mediante as cláusulas e condições a seguir estabelecidas: DO OBJETO CLÁUSULA PRIMEIRA – Este convênio tem por objeto a assistência financeira (CONTRAPARTIDA) direcionada à execução de ações, visando a melhoria da qualidade do ensino oferecido aos alunos da EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, voltadas a: - Formação continuada de professores, em efetivo exercício em classes de Educação de Jovens e Adultos, para implementação da Proposta Curricular nessa modalidade de ensino, mediante programas com duração mínima de 120 (cento e vinte) horas aula anuais, por professor. - Aquisição de livro texto para o aluno do 2º segmento(5ª a 8ª série) da Educação de Jovens e adultos. - Impressão de material didático para o aluno do 1º segmento (1ª a 4ª série) da Educação de Jovens e Adultos, conforme Plano de Trabalho aprovado pelo FNDE convênio nº 93745/2001 – firmado entre o município pólo de CARAZINHO/RS e FNDE. DAS OBRIGAÇÕES CLÁUSULA SEGUNDA – São obrigações: I – DO CONVENENTE - PÓLO a) acompanhar e controlar a execução do objeto deste convênio; b) exercer função gerencial fiscalizadora dentro do prazo regulamentar de execução; c) incluir em seu orçamento os valores relativos às transferências efetivas à conta deste convênio, referente respectiva contrapartida financeira; d) manter os recursos deste convênio em conta bancária específica, efetuando saques somente para pagamento ao credor das despesas decorrentes da execução do objeto do convênio,mediante cheque nominativo ou de ordem bancária, ou para aplicação no mercado financeiro; II – DO(A) CONVENENTE - PARTÍCIPE a) custear parcialmente o objeto deste CONVÊNIO, liberando os recursos financeiros de contrapartida, para crédito em conta bancária específica, aberta pelo município CONVENENTE-PÓLO, no banco e agência indicados. b) assegurar a plena execução do objeto deste convênio, de acordo com o Plano de Trabalho aprovado pelo FNDE. DA VIGÊNCIA CLÁUSULA TERCEIRA – A vigência deste convênio até 08/10/02. DO VALOR CLÁUSULA QUARTA – O valor do presente convênio é de R$ 255,00 (duzentos e cinqüenta e cinco reais), que deverá ser depositado na conta corrente nº12.336.6–Bco do Brasil, Agência 0358-1,Carazinho,em nome da Prefeitura Municipal de Carazinho. CLÁUSULA QUINTA – O Plano de Trabalho aprovado pelo FNDE através do convênio nº 93475/01, é parte integrante deste convênio, independentemente de transcrição. E, por estarem de pleno acordo, firmam o presente instrumento em três vias de igual teor e forma, perante as testemunhas abaixo nomeadas. Carazinho-RS,______de ________________de______ ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER CONVENENTE – PÓLO CONVENENTE - PARTÍCIPE Testemunhas: Nome:................................. ... Nome:......................................... CPF:...................................... CPF:............................................ R.G:...................................... R.G:........................................... ASSINATURA:…………………… ASSINATURA:………………………………

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

18 . 04 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

09 . 07 . 2002


Lei Municipal Nº 5692

LEI MUNICIPAL Nº 5.692/02 Autoriza o Município a locar imóvel e abrir Crédito Especial, no valor de R$ 4.000,00. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER, VICE-PREFEITO, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. FAÇO SABER, que o Legislativo Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a locar imóvel para uso do Oficial Delegado da Delegacia de Serviço Militar sediada nesta cidade, atendendo convênio com o Ministério do Exército, bem como a abrir um Crédito Especial, para esta mesma finalidade, no valor total de R$ 4.000,00 (quatro mil reais), com a seguinte classificação: 02 - GABINETE DO PREFEITO 0203 - Junta de Serviço Militar 0203.0412200302 - Locação de Imóvel para o Oficial Delegado da JSM 3390360200 - Locação de Imóveis............................................... R$ 4.000,00 Art. 2º - Servirá de cobertura do Crédito Especial, autorizado pelo artigo anterior, a redução de saldo da seguinte dotação: 02 - GABINETE D PREFEITO 0201 - Gabinete do Prefeito 0201.0412200312.116 - Modernização Administrativa 60-4/3390399900 - Demais Serviços Terceiros PJ...............................R$ 4.000,00 Art. 3º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 09 DE JULHO DE 2002. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER Prefeito Municipal em exercício Registre-se e publique-se no Painel de Publicações da Prefeitura Municipal: EVALDO FRANCISCO DIOGO Secretário Municipal da Administração SMF/IMD

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

18 . 04 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

09 . 07 . 2002


Lei Municipal Nº 5691

LEI MUNICIPAL Nº 5.691/02 Autoriza contratação emergencial de um Assistente Social, abertura de Crédito Suplementar de R$ 6.875,00 e dá outras providências. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER, VICE-PREFEITO, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. FAÇO SABER, que o Legislativo Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Executivo Municipal autorizado a contratar um(a) Assistente Social, em caráter emergencial por 6 (seis) meses, prorrogável por mais 6(seis), com base na Lei Complementar nº 07/90, art. 250 e 251, com jornada de 20 (vinte) horas semanais e remuneração equivalente ao padrão 11, do Quadro dos servidores efetivos, para prestar serviços de atendimentos de assistência social à população em geral, junto a Secretaria Municipal de habitação e Assistência Social. Art. 2º - Para a contabilização da despesa de remuneração, criada pelo artigo anterior, fica autorizada a suplementação, no valor de R$ 5.750,00 (cinco mil, setecentos e cinqüenta reais), da seguinte dotação: 12 - SECR. MUN. DA HABITAÇÃO E ASSIST. SOCIAL 1202 - Fundo Municipal de Assistência Social 1202.0824401252.144 - Manut. Programas de Assist. Social Geral 1117-7/3190110100 - Vencimentos e Vant. Fixas dos Servidores....... R$ 5.750,00 Objetivo: compreende a remuneração e encargos de servidor(a) contratada para o cargo de Assistente Social para prestar atendimentos de assistência social à população em geral, junto a Secretaria Municipal de Habitação e Assistência Social. Art. 3º - Para cobrir as despesas com encargos (INSS), criada pelo artigo 1º, fica autorizada a abertura de um Crédito Suplementar, no valor total de R$ 1.125,00 (um mil e cento e vinte e cinco reais), sob a seguinte classificação: 12 - SECR. MUN. DA HABITAÇÃO E ASSIST. SOCIAL 1202 - Fundo Municipal de Assistência Social 1202.0824401252.144 - Manut. Programas de Assist. Social Geral 3190130201 - INSS Servidores................................................ R$ 1.125,00 LEI MUNICIPAL Nº 5.691/02 Objetivo: compreende os encargos sociais (INSS) de servidor(a) contratada para o cargo de Assistente Social para prestar atendimentos de assistência social à população em geral, junto a Secretaria Municipal de Habitação e Assistência Social. Art. 4º - Servirá de cobertura do Crédito Suplementar, autorizados pelos artigos 2º e 3º, a redução de saldos das seguintes dotações: 12 - SECR. MUN. DA HABITAÇÃO E ASSIST. SOCIAL 1202 - Fundo Municipal de Assistência Social 1202.0824401251.092 - Aquisição de Equipamentos 1115-0/4490520100 - Equipamentos e Mat. Permanente.................... R$ 3.800,00 12 - SECR. MUN. DA HABITAÇÃO E ASSIST. SOCIAL 1202 - Fundo Municipal de Assistência Social 1202.0824401252.145 - Contratação de Serviços Técnicos e de Apoio 1136-3/3390399900 - Demais Serviços de Terceiros PJ......................R$ 3.075,00 Art. 5º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 09 DE JULHO DE 2002. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER Prefeito Municipal em exercício Registre-se e publique-se no Painel de Publicações da Prefeitura Municipal: EVALDO FRANCISCO DIOGO Secretário Municipal da Administração EJF/IMD 2

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

18 . 04 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

09 . 07 . 2002


Lei Municipal Nº 5690

LEI MUNICIPAL Nº 5.690/02 Concede o Título de Cidadão Honorário de Carazinho ao Sr. Luiz Felipe Scolari, Técnico da Seleção Brasileira de Futebol, Pentacampeã na Copa do Mundo de 2002. Autor: Câmara Municipal ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER, VICE-PREFEITO, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - É concedido o Título de Cidadão Honorário de Carazinho ao Sr. LUIZ FELIPE SCOLARI, Técnico da Seleção Brasileira de Futebol, Pentacampeã na Copa do Mundo de 2002, disputada na Coréia do Sul e Japão, tendo em vista os relevantes serviços prestados na área futebolística gaúcha e nacional. Art. 2º - O título será outorgado em Reunião Solene da Câmara Municipal em data a ser marcada em comum acordo com a agraciado. Art. 3º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 05 DE JULHO DE 2002. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER Prefeito Municipal em exercício Registre-se e Publique-se no Painel de Publicações da Prefeitura Municipal EVALDO FRANCISCO DIOGO Secretário Municipal da Administração OP/119/2002/IMD

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

18 . 04 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

05 . 07 . 2002


Lei Municipal Nº 5689

PROJETO DE LEI MUNICIPAL Nº 5.689 /02 /01 Autoriza a abertura de Crédito Suplementar no Orçamento da Câmara Municipalo Município, no valor de R$ 30.000,00. . ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER IRON LOURO BALDO ALBUQUERQUE, VICE-PREFEITO, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. FAÇO SABER, que o Legislativo Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a abrir um Crédito Suplementar no Orçamento da Câmara Municipal, do corrente exercício, no valor de R$ 30.000,00 (detrinta mil reais ), para suplementação das seguintes dotaçãoões: 0108 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORESSECR. MUN. DE OBRAS E VIAÇÃO 01010805 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Câmara MunicipalDepto. Municipal de Obras e Serviços 0805339030010000/24-8010012.12.134 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Despesas de Consumo.......................Manutendo Depto. de Obras e Serviços....................R$ 20.000,00 339049010000/28-0 382-4/31320000 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Material de ConsumoVale transporte dos servidores..............................................R$ 10.000,0055.000,00 383-2/31320200- Outros Serviços e Encargos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . R$ 30.000,00 0806 - Vias Públicas Urbanas e do Interior 0806.16915751.081 - Manut. da Malha Viária Urbana e Interior 387-5/41100000- Obras e Instalações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . R$ 40.267,00 Art. 2º - Servirá de recurso para ão de cobertura do Crédito Suplementar, autorizado pelo artigo anterior, a redução da seguinte rubrica:os recursos da redução de saldos das seguintes dotações: 01 - CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES 0101 - Câmara Municipal 9999. 99.000000/31-0 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Reserva de Contingência R$ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 30.000,00 - CR. MUN. DE DESENV., AGRIC., IND. E COMÉRCIO 1102 - Depto. de Agropecuária 1102.04150881.066 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Equipamentos e Mat. Permanente p/ o SIM 563-0/41200000 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Equipamentos e Mat. Permamente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . R$ 2.000,00 1102.04150881.067 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Conv. Financ. Vacas, Cond. Suinocult./Avicult.-FUNDEA 564-9/42700100 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Concess. Emprést. a Contrib. (Art. 32, 3º LRF) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .R$ 40.000,00 1102.04150891.088 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Construção de 15 Tanques de 3.000m2 567-3/41300000 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Invst.em Regime Execução Especial . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . R$ 2.000,00 1102.04150892.046 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Treinamento a Produtores em Piscicultura 568-1/31320200 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Outros Serviços e Encargos R$ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .3.000,00 1102.04160961.076 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Obras de Implantação Feiras Livres nos Bairros 569-0/41100000 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Obras e Instalações R$ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2.550,00 1102.04171052.073 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Manut. e Conservação de Solos e Águas 572-0/31200000 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Material de Consumo R$ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .7.000,00 573-8/31320200 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Outros Serviços e Encargos R$ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1103 - SECR. MUN. DA HABITAÇÃO E ASSIST. SOCIAL 1203 - Fundo Municipal da Habitação 2 1203.10573161.100 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Construção de Redes de Água, Luz, Pavimentação 633-5/41100000 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . - Obras e Instalações R$ 10.000,00 1104 - ENCARGOS GERAIS DO MUNICÍPIO 1301 - Encargos Comuns a Órgãos Diversos 1301.08442052.175 - Programa Crédito Educativo p/ 3º Grau 687-4/32540300- Crédito Educativo p/ Ensino Superior . . . . . . . . . . . . . .R$ 25.000,00 Art. 3º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 032 DE JULHONOVEUGOSTO DE 20012. IRON LOURO BALDO ALBUQUERQUEALEXAN DRE ANDRÉ GOELLNER Prefeito Municipal em exercício 3 Registre-se e publique-se no Painel de Publicações da Prefeitura Municipal: EVALDO FRANCISCO DIOGO Secretário Municipal da Administração PROJETO DE LEI Nº IMD JUSTIFICATIVA Trata-se de um projeto de Lei que propõe a no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais), formalizada inclusão de um Crédito Especial no Orçam, visando possibilitar a realização de despesas de Convênio com a União, através da Caixa Econômica Federal, contratos de repasse nºs 011505699/2000 e 011543245/2000, para a execução de ações de melhoria das condições de habitabilidade no Município, com a construção de 155 unidades sanitárias (banheiros). Em cumprimento à legislação vigente, observadas as normas estabelecidas na Lei Municipal nº 5.439 - LDO 2001, e suas alterações, visa-se o aprimoramento daaprimorar a execução orçamentária do corrente exercício e atenderos anseios e necessidades públicas, especialmente das famílias carentes beneficiada. Carazinho, 2 de ougosto de 2001. Iron Louro Baldo Albuquerque Prefeito Municipal WORD\PROJ LEI ESP18 2001 4

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

18 . 04 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

03 . 07 . 2002


Lei Municipal Nº 5688

LEI MUNICIPAL Nº 5.688/02 Autoriza a abertura de Crédito Especial no Orçamento de 2002, no valor de R$ 150.000,00. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER, VICE-PREFEITO, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. FAÇO SABER, que o Legislativo Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a abrir um Crédito Especial no orçamento do corrente exercício, valor total de R$ 150.000,00 (cento e cinqüenta mil reais), para realização de serviços de transporte escolar do ensino fundamental, redes estadual e municipal, com a seguinte classificação: 07 - SECR. MUN. DA EDUCAÇÃO E CULTURA 0701 - Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE 0701.1236102392.129 - Manutenção Transp. Escolar Ensino Fundamental 3390390500 - Serviços de Transportes PJ..........................R$ 150.000,00 Art. 2º - Servirá de cobertura do Crédito Especial, autorizado pelo artigo anterior, a redução de saldos das seguintes dotações: 0805.2678205361.038 - Reequipamento Depto. de Obras e Serviços 570-3/4490520100 - Equipamentos e Mat. Permanente............... R$ 80.000,00 0807 - Praças, Parques, Jardins e Canteiros 0807.1545103021.048 - Reequip. Praças, Parques e Jardins 588-6/4490520100 - Equipamentos e Mat. Permanente................R$ 20.000,00 0808 - Depto. de Limpeza Pública 0808.1545203021.049 - Reequipamento da Limpeza Pública 599-1/4490520100 - Equipamentos e Mat. Permanente............... R$ 50.000,00 LEI MUNICIPAL Nº 5.688/02 Art. 3º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 03 DE JULHO DE 2002. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER Prefeito Municipal em exercício Registre-se e publique-se no Painel de Publicações da Prefeitura Municipal: EVALDO FRANCISCO DIOGO Secretário Municipal da Administração SMF/IMD 2

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

18 . 04 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

03 . 07 . 2002


Lei Municipal Nº 5687

LEI MUNICIPAL Nº 5.687/02 Altera a redação do Art. 1º, da Lei Municipal nº 4.600/94, de 04 de maio de 1994. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER, VICE-PREFEITO, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - O Art. 1º, da Lei Municipal nº 4.600/94, de 04/05/94, passa a viger com a seguinte redação: Art. 1º - Fica denominado de ANDRELINA LEAL, o Abrigo de Crianças e Adolescentes, localizado à rua Vera Cruz, entre as Vilas Operária e Central. (NR) Art. 2º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 03 DE JULHO DE 2002. ALEXANDRE ANDRE GOELLNER Prefeito Municipal em exercício Registre-se e publique-se no Painel de Publicações da Prefeitura Municipal: EVALDO FRANCISCO DIOGO Secretário Municipal da Administração IMD

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

18 . 04 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

03 . 07 . 2002


Lei Municipal Nº 5686

LEI MUNICIPAL Nº 5.686/02 Autoriza abertura de Crédito Suplementar no Orçamento de 2002, no valor de R$ 33.000,00. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER, VICE-PREFEITO, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. FAÇO SABER, que o Legislativo aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a abrir Crédito Suplementar no Orçamento do corrente exercício, no valor R$ 33.000,00 (trinta e três mil reais), para suplementação das seguintes dotações: 07 - SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA 0701 - Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE 0701.123610239.2.129 - Manutenção Transporte Escolar – Ens. Fundamental 310-7/3.3.9.0.30010000 - Despesas de Consumo............................................R$ 25.000,00 0701.123610239.2.129 - Manutenção Transporte Escolar – Ens. Fundamental 312-3/3.3.9.0.39990000 - Demais Serviços de Terceiros - PJ..........................R$ 8.000,00 Art. 2º - Servirá de recurso para cobertura do Crédito Suplementar, autorizado pelo artigo anterior, a redução do saldo da seguinte dotação: 07 - SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA 070 - Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE 0701.123650235.2.118 - Manutenção das Pré-Escolas – MDE 334-4/3.1.9.0.11010000 - Venctos. e vantagens Fixas Servidores...................R$ 33.000,00 Art. 3º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 27 DE JUNHO DE 2002. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER Prefeito Municipal em exercício Registre-se e publique-se no Painel de Publicações da Prefeitura Municipal: EVALDO FRANCISCO DIOGO Secretário Municipal da Administração SMEC/IMD

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

18 . 04 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

27 . 06 . 2002


Lei Municipal Nº 5685

LEI MUNICIPAL Nº 5.685/02 Autoriza o Município a abrir Crédito Especial no orçamento de 2002, no valor de R$ 6.000,00. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER, VICE-PREFEITO, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. FAÇO SABER, que o Legislativo Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - É o Poder Executivo autorizado a abrir um Crédito Especial no orçamento de 2002, no valor total de R$ 6.000,00 (seis mil reais), com a seguinte classificação: 02 - GABINETE D PREFEITO 0204 - Depto. Municipal de Trânsito 0204.2678205312.018 - Manut. em Geral do Depto. de Trânsito 3190160200 - Serviços Extraordinários...............................R$ 2.000,00 08 - SECR. MUN. DE OBRAS E VIAÇÃO 0805 - Depto. Municipal de Obras e Serviços 0805.2678205362.048 - Manut. do Depto. de Obras e Serviços Urbanos 3190160200 - Serviços Extraordinários..............................R$ 4.000,00 Art. 2º - Servirá de cobertura do Crédito Especial, autorizado pelo artigo anterior, a redução de saldos das seguintes dotações: 02 - GABINETE D PREFEITO 0204 - Depto. Municipal de Trânsito 0204.2678205312.018 - Manut. em Geral do Depto. de Trânsito 83-3/3190090101 - Salário Família dos Servidores.....................R$ 1.000,00 86-8/3190460100 - Auxílio Alimentação Servidores....................R$ 1.000,00 8 - SECR. MUN. DE OBRAS E VIAÇÃO 0805 - Depto. Municipal de Obras e Serviços 0805.2678205362.048 - Manut. do Depto. de Obras e Serviços Urbanos 573-8/3190460100 - Auxílio Alimentação Servidores....................R$ 4.000,00 LEI MUNICIPAL Nº 5.685/02 Art. 3º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 27 DE JUNHO DE 2002. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER Prefeito Municipal em exercício Registre-se e publique-se no Painel de Publicações da Prefeitura Municipal: EVALDO FRANCISCO DIOGO Secretário Municipal da Administração SMF/IMD 2

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

18 . 04 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

27 . 06 . 2002


Lei Municipal Nº 5684

LEI MUNICIPAL Nº 5.684/02 Autoriza a Abertura de Crédito Especial no Orçamento de 2002, no valor de R$ 39.400,00. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER, VICE-PREFEITO, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. FAÇO SABER, que o Legislativo aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a abrir Crédito Especial no Orçamento do corrente exercício, no valor de R$ 39.400,00 (trinta e nove mil e quatrocentos reais), para desenvolvimento do Programa Dinheiro Direto na Escola-PDDE, das Escolas Municipais de Ensino Fundamental, com a seguinte classificação: 0705 – DESPESAS DE RECURSOS DE CONVÊNIOS/AUXILIOS 0705.12361 – Ensino Fundamental 0705.123610232 – Ensino Regular 0705.123610232.1 – PPDE- Reequipamento do Ensino Fundamental 4.4.9.0.52010000 – Equipamento e material permanente....................... R$ 6.800,00 Objetivo: Realizar despesas com aquisição de equipamentos e materiais permanentes para as EMEFs de acordo com os valores dos recursos recebidos do PDDE pelos CPMS das seguintes EMEFs: - ALFREDO SCHERER - R$ 300,00 - ARISTIDES G. HAEFFNER - R$ 300,00 - DR. PIERO SASSI - R$1.000,00 - EULÁLIA V. ALBUQUERQUE -R$ 1.000,00 - FRANCELINO DORNELES - R$ 300,00 - JOÃO XXIII - R$ 300,00 - PATRONATO STO ANTÔNIO - R$ 500,00 - PEDRO PASQUALOTTO - R$ 300,00 - PEDRO VARGAS - R$ 500,00 - POLÍBIO DO VALLE - R$ 300,00 - PRES. GETÚLIO D. VARGAS - R$ 500,00 - PRES. CASTELO BRANCO - R$ 500,00 - PRES. JOÃO GOULART - R$ 500,00 - RUFINO LEAL - R$ 500,00 0705 – DESPESAS DE RECURSOS DE CONVÊNIOS/AUXILIOS 0705.12361 – Ensino Fundamental 0705.123610232 – Ensino Regular 0705.123610232.2 – PPDE- Manutenção do Ensino Fundamental 3390.30.010000 – Despesas de Consumo.............................................. R$ 32.600,00 LEI MUNICIPAL Nº 5.684/02 Objetivo: Realizar despesas de manutenção das EMEFs de acordo o valor dos recursos recebidos do PPDE pelos CPMS das seguintes EMEFs: - ALFREDO SCHERER - R$ 1.500,00 - ARISTIDES G. HAEFFNER - R$ 1.500,00 - DR. PIERO SASSI - R$ 5.200,00 - EULÁLIA V. ALBUQUERQUE - R$ 5.200,00 - FRANCELINO DORNELES - R$ 1.500,00 - JOÃO XXIII - R$ 1.500,00 - PATRONATO STO ANTÔNIO - R$ 2.200,00 - PEDRO PASQUALOTTO - R$ 1.500,00 - PEDRO VARGAS - R$ 2.200,00 - POLÍBIO DO VALLE - R$ 1.500,00 - PRES. GETÚLIO D. VARGAS - R$ 2.200,00 - PRES. CASTELO BRANCO - R$ 2.200,00 - PRES. JOÃO GOULART - R$ 2.200,00 - RUFINO LEAL - R$ 2.200,00 Art. 2º - Servirá de cobertura do Crédito Especial, autorizado pelo artigo anterior, os recursos liberados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE/MEC, às escolas beneficiárias do Programa Dinheiro Direto na Escola – PDDE, de acordo com Medida Provisória nº 2178-36, de 24/08/2001. Art. 3º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 27 DE JUNHO DE 2002. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER Prefeito Municipal em Exercício Registre-se e publique-se no Painel de Publicações da Prefeitura Municipal: EVALDO FRANCISCO DIOGO Secretário Municipal da Administração SMEC/IMD 2

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

18 . 04 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

27 . 06 . 2002


Lei Municipal Nº 5683

LEI MUNICIPAL Nº 5.683/02 Inclui e altera ação, meta e objetivos da Lei Municipal nº 5.620 - LDO 2002, e dá outras providências. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER, VICE-PREFEITO, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. FAÇO SABER, que o Legislativo aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - Fica incluída no Anexo de Metas e Prioridades da LDO 2002, Lei Municipal nº 5.620/01, no órgão, unidade, função, subfunção e programa orçamentários, com a classificação, especificação dos objetivos, valores e recursos descritos nesta Lei, a seguinte ação: Órgão: Secretaria Municipal da Educação e Cultura; Unidade: Despesas com Recursos de Convênios e Auxíolios; Função: 12 – Educação; Subfunção: 361 – Ensino Fundamental; Programa: 232 – Ensino Regular; Ação/Meta/Projeto: 1 – PPDE – Reequipamento do Ensino Fundamental; Objetivo: realizar despesas com aquisição de equipamentos e materiais permanentes para as EMEFs, de acordo com os valores dos recursos recebidos do PPDE, pelos CPMs das seguintes escolas municipais de ensino fundamental: Alfredo Scherer – R$ 300,00; Aristides G. Haeffner – R$ 300,00; Dr. Piero Sassi – R$ 1.000,00; Eulália V. Albuquerque – R$ 1.000,00; Francisco Dorneles – R$ 300,00; João XXIII – R$ 300,00; Patronato Santo Antônio – R$ 500,00; Pedro Pasqualotto – R$ 300,00; Pedro Vargas – R$ 500,00; Políbio do Valle – R$ 300,00, Pres. Getúlio D. Vargas – R$ 500,00; Pres. Castelo Branco – R$ 500,00; Pres. João Goulart – R$ 500,00; Rufino Leal – R$ 500,00. Art. 2º - Fica alterada no Anexo de Metas e Prioridades da LDO 2002, Lei Municipal nº 5.620/01, no órgão, unidade, função, subfunção e programa orçamentários, com a classificação, especificação dos objetivos, valores e recursos descritos nesta Lei, a seguinte ação: Órgão: Secretaria Municipal da Educação e Cultura; Unidade: Despesas com Recursos de Convênios e Auxíolios; Função: 12 – Educação; Subfunção: 361 – Ensino Fundamental; Programa: 232 – Ensino Regular; Ação/Meta/Atividade: 2 – PPDE – Manutenção do Ensino Fundamental; Objetivo: realizar despesas de manutenção das EMEFs, de acordo com os valores dos recursos recebidos do PPDE, pelos CPMs das seguintes escolas municipais de ensino fundamental: Alfredo Scherer – R$ 1.500,00; Aristides G. Haeffner – R$ 1.500,00; Dr. Piero Sassi – R$ 5.200,00; Eulália V. Albuquerque – R$ 5.200,00; Francisco Dorneles – R$ 1.500,00; João XXIII – R$ 1.500,00; Patronato Santo Antônio – R$ 2.200,00; Pedro Pasqualotto – R$ 1.500,00; Pedro Vargas – R$ 2.200,00; Políbio do Valle – R$ 1.500,00, Pres. Getúlio D. Vargas – R$ 2.200,00; Pres. Castelo Branco – R$ 2.200,00; Pres. João Goulart – R$ 2.200,00; Rufino Leal – R$ 2.200,00. LEI MUNICIPAL Nº 5.683/02 Art. 3º - Servirá de cobertura para a inclusão da ação, meta e objetivos do artigo 1º e alteração da ação, meta e objetivos do artigo 2º o repasse de recursos do MEC/FNDE para as escolas beneficiárias do Programa Dinheiro Direto na Escola – PPDE, de acordo com a Medida Provisória 2178-36, de 24/08/2001. Art. 4º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 27 DE JUNHO DE 2002. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER Prefeito Municipal em exercício Registre-se e publique-se no Painel de Publicações da Prefeitura Municipal: EVALDO FRANCISCO DIOGO Secretário Municipal da Administração SMF/IMD

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

18 . 04 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

27 . 06 . 2002


Lei Municipal Nº 5682

LEI MUNICIPAL Nº 5.682/02 Autoriza o Município a transferir ao Sistema de Previdência Municipal de Carazinho, recursos financeiros até o valor de R$ 500.000,00. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER, VICE-PREFEITO, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. FAÇO SABER, que o Legislativo Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Executivo Municipal autorizado a transferir ao Sistema de Previdência Municipal de Carazinho instituído pela Lei Complementar nº 62/01, de 29 de outubro de 2001, recursos financeiros até o valor total de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais), destinados à capitalização do Sistema. § 1º - O repasse dos recursos financeiros será efetuado mediante a quitação de débitos do Município para com o CAPSEM, relativo a contribuições patronais do Plano de Saúde dos servidores, em ordem cronológica de vencimento, legalmente empenhadas e contabilizadas, até que se regularize o repasse da compensação financeira da Previdência Geral (INSS). § 2º - O pagamento deverá ser mensal, de acordo com a necessidade de recursos financeiros, para cobrir as despesas do Sistema com o pagamento dos proventos aos inativos, pensões aos pensionistas e outros encargos inerentes, com base em planilha de receitas e despesas assinada pelo Diretor e Contador (a) responsáveis. Art. 2º - Havendo a regularização dos repasses da Previdência Geral – INSS, o Sistema de Previdência Municipal deverá restituir ao CAPSEM - Plano de Saúde dos Servidores, a importância autorizada por esta Lei. LEI MUNICIPAL Nº 5.682/02 Art. 3º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 27 DE JUNHO DE 2002. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER Prefeito Municipal em exercício Registre-se e publique-se no Painel de Publicações da Prefeitura Municipal: EVALDO FRANCISCO DIOGO Secretário Municipal da Administração SMF/IMD 2

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

18 . 04 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

27 . 06 . 2002


Lei Municipal Nº 5681

LEI MUNICIPAL Nº 5.681/02 Cria Cargo em Função Gratificada - FG no Quadro de Servidores Públicos do Município. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER, VICE-PREFEITO, NO EXERCÍCIO DO CARGO DE PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Faço saber que o Poder Legislativo aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - Fica criado no Quadro de Servidores Públicos do Município, o cargo para designação exclusiva de servidor efetivo e estável, na Forma de Função Gratificada – FG, conforme segue abaixo: NA SECRETARIA MUNICIPAL DA ADMINISTRAÇÃO Denominação Padrão Nº de vagas Assessor do Conselho Municipal de Previdência FG-6 01 Art 2º - O cargo em questão destina-se ao Centro de Assistência e Previdência do Servidor Municipal de Carazinho – CAPSEM para atender a assessoria da Secretaria-executiva do Conselho Municipal de Previdência – CMP, conforme o previsto no Artigo 14, da Lei Complementar nº 62/01, de 29/10/01, que Institui o Sistema de Previdência Municipal de Carazinho. Art. 3º - A atribuição do Cargo criado será a de assessorar tecnicamente a todos os membros que comporão os conselhos, principalmente no que tange a assunto ligados à Lei Complementar nº 62/01 e Leis Previdenciárias correlatas. Art. 4º - As despesas decorrentes desta Lei correrão à conta de dotações orçamentárias do CAPSEM. Art. 5º- Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, 27 DE JUNHO DE 2002. ALEXANDRE ANDRÉ GOELLNER Prefeito Municipal em exercício Registre-se e publique-se no Painel de Publicações da Prefeitura Municipal: EVALDO FRANCISCO DIOGO Secretário Municipal da Administração IMD 2

ANEXOS
DATA DE PUBLICAÇÃO

18 . 04 . 2006

DATA DE APROVAÇÃO

27 . 06 . 2002


MAIS LEIS

Notícias

25.09.2017 - 09:48
Reparcelamento de débitos a residências alienadas e alteração no regimento interno esta na pauta desta segunda-feira

 Está na pauta da sessão desta segunda-feira (25) o projeto de lei que autoriza o Município a conceder reparcelamento de débitos relativos à alienação

22.09.2017 - 15:04
Conselho de ética vota pela abertura de perda de mandato

O Conselho de Ética da Câmara de Vereadores de Carazinho decidiu por três votos a dois, pelo início do processo de perda de mandato do vereador Clayton Pereira. A decisão

22.09.2017 - 06:00
Nota de pesar

É com pesar que a Câmara de Vereadores de Carazinho comunica com o falecimento do ex-vereador e Presidente da Casa Luiz Leite, que faleceu na madrugada desta sexta-feira (22), devido a complicações

21.09.2017 - 14:10
Projeto que autoriza o Município a conceder reparcelamento de débitos a residências alienadas será votado na segunda-feira

Foi liberado para votação na próxima segunda-feira (25), pela comissão de Ordem Econômica e Social da Câmara de Vereadores, o projeto de lei que autoriza o Município

Em pauta

Sessão Ordinária nº 311 (25/09/2017 - 18:45)

CONVOCO os senhores vereadores para uma Reunião ORDINÁRIA, a ser realizada dia 25 de setembro, SEGUNDA-FEIRA, com início previsto para as 18 horas e 45 minutos.

1. Projeto de Lei 097/17 do Executivo Municipal, o qual Autoriza o Município a conceder reparcelamento de débitos relativos à alienação dos imóveis cedidos pelo Município, de acordo com as Leis Municipais nº 4.676/94, 5.204/98, 5.277/99 e 5.383/00; 2. Destaque 01 dos artigos 8º e 24º do Projeto de Resolução nº - 007/017, que Altera o Regimento Interno de autoria da Mesa Diretora.